Comunicado Visitas ERPIS
segunda, 11 de outubro de 2021, por Nuno Silva.

Comunicado Visitas ERPIS

Procedimentos nas Estruturas Residenciais de Pessoas Idosas

 

 

 

Livro de Reclamação
segunda, 11 de outubro de 2021, por Nuno Silva.

Livro de Reclamação em QR CODE

 

Faça download da app QR Code

Contas de Gerência

Contas de Gerência 2020

quinta, 17 de junho de 2021
Contas de gerência

Contas de gerência

segunda, 29 de junho de 2020
Plano de Contingência
sexta, 22 de maio de 2020, por Ana Arez.

Procedimentos instituídos que tiveram que ser alterados mediante a pandemia do Covid 19.

 

Nesse sentido, anexamos o Plano de Contingência que será aplicado no Cantinho dos Avós, que deverá ser lido com atenção e cujo cumprimento será OBRIGATÓRIO

MENSAGEM DE PÁSCOA DO SR.º PROVEDOR
sábado, 11 de abril de 2020, por Luís Santos.

Caros Irmãos, utentes, funcionários e amigos:

 

Por ocasião da Celebração da Páscoa do Senhor, e neste contexto especialíssimo, não posso deixar de vos dirigir uma palavra sobre aquilo que tem vindo a ser feito por esta irmandade, para ultrapassarmos esta crise que vivemos.

Em primeiro lugar, dirijo-me necessariamente a todos os funcionários que, todos os dias, asseguram o funcionamento desta instituição. Sois vós que garantis aos nossos utentes idosos, todos os cuidados que estes necessitam, assegurando uma presença efetiva e amorosa na vida de cada um. Muito obrigado por permanecerem a rocha firme desta instituição, rosto visível e atuante da Misericórdia Divina.  

No que toca aos nossos utentes, sobretudo aos idosos, tenho a destacar o vosso exemplo de paciência e resiliência perante esta situação, que vos afasta dos vossos familiares e amigos desde o passado dia 11 de março. Saibam que, as medidas que tomamos não foram simples, mas a vossa proteção assim o impunha, e nós, mesa administrativa, não podíamos agir de forma diferente. Tal como todos vós um dia o fizeram, nas opções que assumiram, também nós não podemos negar o futuro a ninguém – o vosso exemplo é, para nós, um testemunho de solidariedade e compaixão que não esqueceremos.

Já no que toca aos nossos utentes mais novos e sintonizados com as Misericórdias do Algarve, tomamos a decisão de reduzir as comparticipações familiares a metade. Ao mesmo tempo, solicitámos às educadoras, nos casos em que se justifique, o envio de propostas de atividades, via correio eletrónico, para fazerem com os vossos filhos. Como compreenderão, esta foi e é uma decisão que tomamos em nome da vertente social, que sempre assumimos, mas que irá ter impactos profundamente negativos na vida financeira da Santa Casa. Desde já agradecemos toda a compreensão e esperamos por vós, logo que as condições estejam reunidas e o Governo assim o determine, para um regresso seguro.

A todos os familiares dos utentes vai a nossa gratidão pela confiança e compreensão, assegurando-vos que a sua proteção é a nossa prioridade.

Também para todos os nossos fornecedores segue uma palavra de profundo reconhecimento por continuarem a assegurar que nada falta nesta instituição. 

Por fim, não posso deixar de dirigir uma palavra de profundo agradecimento à União das Misericórdias Portuguesas, que através do secretariado regional do Algarve tem vindo a ter uma ação muito efetiva e próxima, bem como ao Município de Silves, Junta de Freguesia de Silves, ARS, Instituto de Segurança Social de Faro e Paróquia de Nossa Senhora da Conceição de Silves, que asseguram uma franca e estreita cooperação entre todos. O vosso testemunho é a concretização das Palavras do Papa Francisco: “Estamos todos neste barco. Ninguém se salva sozinho” e só conscientes da profundidade destas palavras proféticas, conseguiremos escapar deste mar revolto onde nos encontramos.

Porém, não posso deixar de vos falar a verdade: iremos atravessar um período particularmente difícil e exigente, que irá impor esforços redobrados e eventuais sacrifícios, que pretendemos evitar. Da nossa parte, fiquem seguros que tudo faremos para minimizar impactos negativos e potenciar toda a proteção social que possamos garantir.

São tempos estranhos e anacrónicos que vivemos, mas inspiram-nos as palavras de Etty Hillesum, quando da loucura que foram os campos de concentração nazis, nos deixou a reflexão mais profunda que se pode ter nestes momentos de crise:  Esta hora é uma hora para nós ajudarmos Deus.

Aos nossos irmãos e amigos, apenas vos deixo uma palavra: esta instituição existe em Silves há mais de 500 anos, conhecemos muitas vicissitudes ao longo da nossa história, estamos seguros que temos mais 500 anos pela frente e que juntos iremos ultrapassar mais esta crise que deverá ter como resultado o reforço da nossa comunhão com todo o género humano e deste com Deus.

Vivemos o tempo da Páscoa, um tempo de passagem e mudança.

Vivemos o tempo em que a Ressurreição de Cristo nos assegura que a vida sempre vence.

Vivemos o tempo da vitória da Vida sobre a Morte.

Vivemos a certeza da Salvação Divina da Humanidade.

Animados desta profunda esperança crente, e confiados na proteção maternal de Nossa Senhora das Misericórdias, desejo-vos uma Santa Páscoa na Alegria e Paz do Cristo Ressuscitado.

Silves, 11 de abril de 2020

O Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Silves

 

Luís Miguel de Lima Santos

Largo Comendador Vilarinho
8300-999 Silves
phone (+351) 282 442 635
phone (+351) 927 939 540
email geral@scmsilves.pt